Google lança ferramenta que concentra vagas de emprego num só lugar

19 de Fevereiro de 2018

Ferramenta pretende facilitar a vida de quem procura e de quem anuncia a vaga

Quem está à procura de emprego sabe como anda difícil encontrar tanto pessoalmente como virtualmente quais empresas estão com vagas em aberto. Nessa busca, a pessoa entra no site de diversas empresas específicas, em sites especializados de procura de emprego, ou ainda em redes sociais como o LinkedIn. Mas com tantas opções de sites de busca, perde-se muito tempo quando se poderia concentrar em um só lugar as diversas vagas disponíveis na internet. Essa foi a ideia da Google quando resolveu criar a ferramenta Google Careers, que já estava disponível para os Estados Unidos desde julho de 2017 e agora o Brasil pode usufruir.

O Google usou suas capacidades em machine learning para criar a ferramenta que, primeiro remove todas as listas duplicadas das mesmas vagas que se encontram em diferentes sites, e depois as classifica em categorias.

A pessoa pode filtrar suas buscas por tipo de jornada (integral ou meio-período), por setor ou categoria. E caso seja o primeiro emprego/estágio da pessoa, ela pode colocar "empregos sem experiência prévia". Se não tiver nenhuma vaga em aberto, pode pedir para receber uma notificação por e-mail quando abrir alguma. 

"A América Latina é o primeiro mercado fora dos Estados Unidos a receber a experiência de empregos. No futuro, vamos adicionar novas ferramentas, filtros e mais informações para melhorar cada vez mais a experiência das pessoas em busca de uma posição no mercado de trabalho, para que este novo recurso do Google facilite e torne mais simples e efetiva a procura por um emprego", afirma Nick Zakrasek, gerente de produto do Google no anúncio publicado no blog da companhia.

O Google Careers já conta com parceiros como LinkedIn, Love Mondays, Empregos.com.br, OLX, Trampos.co e Vagas.com.br. "Isso significa que as vagas disponibilizadas nesses sites, e muitos outros, ficarão visíveis nas suas buscas assim que elas forem postadas", lembra Zakrasek.

Agora, o negócio é incentivar as empresas a divulgarem suas vagas lá e assim acharem o funcionário que precisa e quem procura emprego achar um em menos tempo e mais facilmente.