Facebook exclui da plataforma maior rede de apoio a Jair Bolsonaro

24 de Outubro de 2018

Decisão foi tomada após denúncias

68 páginas e 43 contas de apoio ao candidato à presidência do país, Jair Bolsonaro, no Facebook foram derrubadas da plataforma pela própria empresa. De acordo com a administração da rede social, este conjunto gigantesco de perfis e páginas foi deletado pois seus donos teriam violado as políticas de autenticidade e spam ao criar múltiplas e falsas contas com os mesmos nomes. Entretanto, o conteúdo nada pesou na decisão do site.

De acordo com o jornal Estado de São Paulo, que já havia publicado uma extensa reportagem sobre a investigação em torno do grupo, esta agremiação de páginas possuía números de engajamento que eram superiores à de estrelas e celebridades como Neymar, Anitta e Madonna e foram criadas pelo casal Ernani Fernandes e Thais Raposo. Somente nos últimos trinta dias, esta rede pró-bolsonarista alcançou 12,6 milhões de interações na plataforma, contando com 16 milhões de seguidores em números totais e o apoio de figuras como Alexandre Frota e Marcello Reis, criador do Revoltados Online.

“Autenticidade é algo fundamental para o Facebook, porque acreditamos que as pessoas agem com mais responsabilidade quando usam suas identidades reais no mundo online” afirma a nota do Facebook sobre o assunto; “Por isso, exigimos que as pessoas usem seus nomes reais e também proibimos spam, uma tática geralmente usada por pessoas mal intencionadas para aumentar de maneira artificial a distribuição de conteúdo com o objetivo de conseguir ganhos financeiros”.

Segundo a investigação realizada pelo Estado com a ONG norte-americana Avaaz, a rede de perfis e páginas pertenciam à Novo Brasil Empreendimentos Digitais Ltda, que assinava todos os seus documentos com a sigla RFA.

 

 

Fonte: B9.com.br