Aplicativo é acusado de causar gravidez indesejada

16 de Janeiro de 2018

Natural Cycles é o nome de um aplicativo criado com a intenção de substituir o anticoncepcional e a antiga tabelinha. Foi anunciado como eficiente e indicado com certificação do Departamento de Saúde da Alemanha como método contraceptivo. O sucesso foi imediato. Mas agora, com mais de 500 mil usuárias no mundo inteiro, a empresa pode sofrer grandes problemas: somente na Suécia, ao menos 37 gravidezes indesejadas foram confirmadas pelo hospital Södersjukhuset, em Estocolmo, após pegar uma amostragem de 668 mulheres que procuraram realizar abortos entre setembro e o final de dezembro de 2017. O hospital contou ao site sueco SVT que é sua obrigação reportar casos assim para a Agência de Produtos Médicos da Suécia, que deverá conduzir uma investigação.

COMO FUNCIONA
O aplicativo mede a fertilidade da mulher através da temperatura de seu corpo - tirada pela própria mulher, fora do celular - e com o resultado informado diariamente o aplicativo indica quando que a pessoa pode ou não ter relações sexuais sem proteção e sem risco de gravidez. No calendário é mostrado: cor verde = dia indicado para se relacionar sem proteção; cor vermelha = quando há risco de gravidez.

SEM GARANTIA DE SUCESSO
A Natural Cycles informa que não garante 100% de sucesso, assim como nenhum método contraceptivo tem essa garantia, incluindo a camisinha, que tem 3% de chance de romper. 

TÃO BOA QUANTO A PÍLULA?
Seus desenvolvedores, dois físicos suecos, afirmam que o aplicativo é uma solução tão ou mais efetiva quanto a pílula anticoncepcional, com 93% de sucesso, e que os casos da Suécia estão dentro da margem de falha prevista.

Melhor não arriscar: utilizem outros métodos contraceptivos.