Burger king fala sobre preconceito em campanha

09 de Novembro de 2018

Na ação, a marca usou  o marketing reverso e deu voz ao seus haters.

Para mostrar que o tema "Preconceito" é sério, o Burger King acaba de lançar uma campanha que tem como mote "Em um ambiente democrático e plural, as opiniões são sempre bem-vindas, já o preconceito não".

Na ação, a marca usou  o marketing reverso e deu voz ao seus haters. O vídeo foi criado pela David São Paulo. “Como marca, o Burger King entende que tem um papel importante de conscientização. Este é um assunto sério e que, infelizmente, ainda precisa ser conversado. Por isso não medimos esforços para mostrar que todos são bem-vindos e entendemos que cada um tem uma opinião diferente. Aceitamos críticas, mas não aceitamos nenhuma forma de preconceito”, diz Ariel Grunkraut, diretor de marketing e vendas do Burger King Brasil.

“Entendemos que uma das piores formas de preconceito é aquela disfarçado de ‘opinião’. E para chamar a atenção a isso, trouxemos opiniões negativas da marca comparados à comentários preconceituosos que circulam nas redes sociais”, diz Rafael Donato, VP de criação da David.

Para dar mais força em um assunto tão delicado e que precisa ser discutido, a marca conta com a parceria de três ONGs: AZMina, instituição que produz conteúdo sobre a luta das mulheres; CEERT, instituição voltada para a promoção da igualdade de raça e de gênero; e a Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOGLBT).

Confira o vídeo da campanha: