Entrevista | Claudio Sassaki, fundador do Geekie, plataforma que já impactou 20 milhões de jovens

30 de Agosto de 2016

O empresário esteve em Florianópolis nesta terça-feira, 30/08, para participar do Social Good Pocket, que discutiu o empreendedorismo social e o impacto social nos negócios no futuro. O AcontecendoAqui conversou com ele e abordou a trajetória de sua startup Geekie; a oferta de uma assinatura grátis para uma instituição pública cada produto vendido a uma particular; o mercado atualmente para o lançamento de startups no Brasil; empreendedorismo social; resultados de atitudes sociais para empresas que as praticam; o impacto social nos negócios do futuro.

Perfil de Cláudio Sassaki
O jovem empresário paulista formou-se em Arquitetura e Urbanismo na USP e em Stanford, nos Estados Unidos, onde concluiu o chamado joint degree – em que o aluno cursa paralelamente um MBA e um mestrado em Educação. Após terminar o curso, passou cinco anos trabalhando em instituições financeiras em Nova York. Voltou para o Brasil em 2007, já como vice­presidente do banco de investimentos CreditSuisse, depois assumiu o mesmo cargo no Goldman Sachs. Em 2011 largar tudo e começou um negócio próprio totalmente do zero. Seu objetivo era lançar uma startup que customizasse o processo de aprendizagem por meio de tecnologias inovadoras.

Gekkie
Uma plataforma de ensino, o Geekie Lab, que identifica os pontos fortes e os vulneráveis de cada aluno e propõe um plano de estudo adaptado a suas necessidades. Fundada em 2011 quando lançaram o Geekie Teste, ferramenta de avaliação para estudantes dos ensinos fundamental e médio e também para ensino de línguas, desenvolvido com a ajuda de algoritmos baseados em inteligência artificial e modelos matemáticos. O Geekie Teste é usado na preparação de estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Utilizando o modelo de provas do Enem, oferece questões nas áreas de conhecimento da prova e um plano de estudos semanal para que o estudante supere suas dificuldades. O método propõe que a tecnologia seja utilizada como apoio para o ensino em sala de aula, criando uma experiência de ensino integrada e personalizada para o aluno.

Ouça a seguir o áudio da gravação do Live que fizemos no Facebook. Em alguns momentos o WI-FI oscilou e há um "ruído suave".