VP publicidade global do The New York Times afirma que jornais devem investir em vendas e valorizar a marca para monetizar com publicidade digital

31 de Outubro de 2018

Para ele, os jornais devem investir na venda de anúncios com base no marketing de marca voltado aos novos tipos de interações, produtos e serviços possíveis no meio online

Foto: Reprodução/ANJ

O vice-presidente sênior de publicidade global do The New York Times, Jean-Christophe Demarta, falou durante o Digiday Publishing Summit Europe, realizado de 15 a 17 de outuro, em Barcelona, na Espanha, que exige muito investimento para manter um jornal, assinaturas e publicidade. Para ele, é preciso pensar a longo prazo e investir na venda de anúncios com base no marketing de marca voltado aos novos tipos de interações, produtos e serviços possíveis no meio online. A redação e equipes de marketing devem atuar, ao mesmo tempo, em conjunto, trocando informações detalhadas e de forma constante.

O executivo destacou algumas mudanças realizadas pelo jornal nas operações de sua equipe de anúncios para  construir um poderoso negócio de publicidade. A estratégia leva em consideração que, no meio online, os preços praticados independem do tamanho do investimento feito em uma publicação.

"Os profissionais de marketing não estão lá para nos salvar. Eles estão lá para vender produtos e serviços, e temos que provar que somos eficientes para os profissionais de marketing. Hoje, eles têm uma série de opções e somos apenas um deles", destacou.

O desempenho no ambiente online é  é importante, mas o marketing de marca é o grande diferencial, e isso passa também por engajamento, sem a obsessão por cliques. Um exemplo é o 'Project Feels', em que o NYT procura medir as emoções dos leitores quando leem conteúdos do jornal. “Pedimos às pessoas que nos contassem como se sentiram depois de ler um texto. Coletamos esses dados e criamos modelos preditivos para artigos que produzimos”, contou Demarta. Com isso, disse, os profissionais de marketing estão aptos a segmentar de forma mais eficaz a informação.

Confira mais em digiday.com/podcast/new-york-times-jean-christophe-demarta-advertising-business.

Com informações do ANJ.