Startups brasileiras participarão do Web Summit, em Lisboa

23 de Outubro de 2019

Serão 12 pessoas representando o Estado de Santa Catarina interagindo com iniciativas locais que foram destaque na programação do Startup Summit

Empresas que participaram do programa StartupSC, criado pelo Sebrae/SC, acompanharão no próximo mês o maior evento de tecnologia e inovação da Europa, o Web Summit, que acontece de 4 a 7 de novembro, em Lisboa. Ao todo, serão dez negócios, totalizando 12 brasileiros que irão representar o estado de Santa Catarina, vivenciando experiências e interagindo com iniciativas locais que se destacaram na programação do Startup Summit, evento ocorrido em agosto, em Florianópolis. 

Participarão da missão  a Conpass, plataforma de automação de Customer Experience (CX); a Mobiliza, com uma plataforma web de gestão da área de treinamento das empresas; a Coleção.Moda, solução de inteligência artifical focada na indústria da moda; a WiFeed, plataforma de mídia que veicula anúncios através do Wi-Fi; a Prevision, desenvolvedora de software para a gestão visual de obras; Reviewr, com uma solução para gestão de reviews, com foco na melhoria da reputação online das empresas; a Smart Tour, que utiliza Internet das Coisas (IoT) na criação de Rotas Turísticas Inteligentes, gerando inteligência de dados sobre turismo; a Paytrack, com um conjunto de ferramentas para a gestão de despesas corporativas; a TiFlux, com uma solução de gestão que organiza os fluxos de solicitação de atendimento das empresas e a Moblee, especialista no desenvolvimento de aplicativos para eventos corporativos.

De acordo com estudos feitos pela Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) e pela Neoway, Santa Catarina é lider entre os seis maiores polos de tecnologia do país (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina), representando R$ 1,4 milhões do faturamento médio, que corresponde aos R$ 15,8 totais de faturamento divididos pelo número total de empresas ativas, que está em 11,2 mil. O estado também se destaca possuindo a segunda maior densidade de startups do país, com 4,9 empresas para cada mil habitantes. 

“Nossa participação é importante tanto para o contato com potenciais clientes, quanto com fundos. Podemos treinar nosso discurso de vendas, entender as dores de empresas de várias partes do mundo e que podem ser nossos clientes", afirma Ivan Biava, CEO da Conpass, desenvolvedora de uma plataforma de automação de Customer Experience (CX).

Janderson Araujo, CEO da Sizebay, empresa que passou pela capacitação do Startup SC e há um ano está presente com um escritório em Portugal, vê o ecossistema português se projetando para ser um polo de inovação e tecnologia: “O país é extremamente receptivo aos negócios. Tanto o governo quanto os empreendedores e investidores estão prestando atenção no Brasil e no potencial de empresas como a nossa.”

Ao todo, cerca de 2 mil startups se apresentam no Web Summit, entre negócios recentes e outras empresas mais maduras. Durante o ano, equipes do evento tem visitado diversas cidades brasileiras para divulgar o festival e ampliar a participação de brasileiros em novembro.