Coluna Ozinil Martins | Nasa, estudantes e o futuro!

22 de Outubro de 2019

No último final de semana Florianópolis, entre 600 outras cidades, foi protagonista do Hackathon Nasa Space Apps Challenge

Durante 48h, estudantes e profissionais de várias áreas do conhecimento estiveram reunidos em equipes, para encontrar soluções para os problemas que afetam o planeta e sua população; são 300 participantes por cidade trabalhando sem interrupção.

O evento procura identificar possíveis soluções para problemas que afetam o planeta e busca encontrar estas soluções através das pessoas que serão, obviamente, os maiores afetados caso problemas que nos afetam, atualmente, não sejam solucionados e, problemas que poderão surgir não sejam identificados. Alguns dos problemas que estão sendo estudados passam pelos Oceanos (sua degradação pela poluição), Planetas Próximos e Distantes (explorar os diferentes planetas do sistema planetário), Lua, Satélite da Terra (encontrar soluções referente à exploração do satélite), Estrelas (buscar, através da criatividade dos participantes, soluções para exploração de estrelas) e Nosso Mundo (os participantes deverão mostrar como é viver na Terra).

Um conceito que deveria nortear a educação nos tempos atuais é que “estamos formando estudantes para trabalhar em profissões que não existem, para trabalhar com máquinas e equipamentos que não foram inventados e para solucionar problemas que, sequer, temos ideias de quais serão.” Nada mais inteligente, para descobrir talentos, do que realizar eventos como o que foi realizado. 

Esta será uma forma de selecionar pessoas que as empresas passarão a utilizar, pois além de baixo custo, diminui o risco de erros no processo seletivo. Já existem empresas em Santa Catarina utilizando-se deste expediente. Abrem as portas da empresa para buscar talentos acreditando que o importante são as competências desenvolvidas e não a formação acadêmica das pessoas. Expor pessoas, principalmente jovens, a processos de escolhas que se baseiam em casos práticos é uma das formas mais inteligentes para aferir a capacidade das pessoas de reagir quando submetidas a pressões, que é o cotidiano atual das empresas. 

Aos jovens participantes oportunidades como esta valem, absolutamente, ouro porque permite a você, que é diferente, conseguir se destacar e mostrar toda sua criatividade, capacidade de interação com outros e a resolução de problemas, que são três competências essenciais a serem desenvolvidas por pessoas competentes e atualizadas. Por mais eventos como este!

 

Prof. Ozinil Martins de Souza

  • imagem de ozinil
    Possui graduação em Geografia pela Fundação Universitária Regional de Joinville e pós-graduação em Educação pelo Instituto Catarinense de Pós-Graduação. Tem forte experiência na área de Administração de Recursos Humanos, Negociação Sindical, Consultoria Empresarial e Empreendedorismo e atua na área acadêmica.